Você conhece os tipos de cicatriz da Mastopexia?

A ptose mamária pode ser causada por alguns motivos como o período gestacional, envelhecimento e perda de peso em grande escala. Para casos de ptoses, podemos indicar a mastopexia, que trata-se do reposicionamento das mamas até sua posição original.

Mas, uma dúvida muito recorrente é: onde ficará localizada a cicatriz da Mastopexia?

Em qualquer tipo de procedimento cirúrgico, fazemos o possível para que a cicatriz fique em regiões estrategicamente localizadas, ou seja, o menos perceptível possível. Porém, no caso de cirurgias mamárias, isto dependerá do nível de ptose e grau de flacidez mamária.

O tipo de cicatriz dependerá, também, da técnica selecionada pelo médico. Geralmente, podemos optar por 4 tipos de incisões:

Periareolar – este tipo de cicatriz estará localizado ao redor da aréola, sendo o mais discreto. Aplicamos esta incisão em casos de baixo grau de flacidez nas mamas.

Cicatriz em “T” – indicamos esta abordagem quando o grau de flacidez é moderado e a abordagem periareolar pode não ser eficaz. Este tipo de incisão permite um melhor remodelamento do colo e melhora da ptose.

Cicatriz em “L” – este método é realizado internamente, no sulco mamário, de forma associada a cicatriz periareolar.

Cicatriz em “T” invertido – esta abordagem compreende o contorno inferior completo do sulco mamário.

Quando a Mastopexia é Indicada para mim?

A Mastopexia pode ser indicada quando há queda acentuada das mamas, excesso de pele, em casos como:⠀

👉🏻 Envelhecimento: o processo natural do tempo reduz a elasticidade de algumas regiões corporais, como nas mamas. A perda da elasticidade resulta na perda de sustentabilidade e queda das mamas, podendo causar grande desconforto estético. ⠀

👉🏻 Após a amamentação: a gestação aumenta o tamanho das mamas, perdurando até o período de amamentação. Após, as mamas podem perder volume e, consequentemente, apresentar bastante flacidez.⠀

Lembre-se: cada cicatriz é para um caso específico. Você só saberá o tipo de incisão pertinente para o seu caso após uma avaliação com um médico de confiança.

Busque por um profissional membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica e tire todas as suas dúvidas durante a consulta de avaliação.